O samba em pessoa

Por S rgio Foga a

    Os discos de Paulinho da Viola t m uma coisa em comum: todas as faixas s o boas. Imagine todo esse arsenal condensado em show. No pr ximo dia 27 de junho ele faz espet culo no Espa o BNDES, passeando por m sicas de toda a sua carreira. J s o 36 anos, dos 60 de idade que completa este ano. Nasceu em 12 de novembro de 1942. chamado de Pr ncipe do Samba, mas reina com tranq ilidade tamb m no choro. Sua origem musical ginga entre esses dois ritmos.

    Filho do violonista C sar Faria, do conjunto poca de Ouro, cresceu ouvindo em casa Pixinguinha e Jacob do Bandolim. Em 1962 j comp s seu primeiro samba: Pode ser ilus o. Sua carreira tinha destino certo e exuberante. No ano seguinte foi apresentado a Cartola, que incentivou o in cio de tudo. No Zicartola, famoso reduto de grandes sambistas e da rapaziada ligada em m sica da poca, Paulinho acompanhou todas as gera es que por ali passavam, ao viol o ou no cavaquinho. O Zicartola era de Cartola e sua mulher, Dona Zica.

    O ano de 1965 foi decisivo para a carreira de Paulinho da Viola. Apresentou-se ao lado de Elton Medeiros, Nelson Sargento, Nescarzinho do Salgueiro e Jair do Cavaquinho, no musical Rosa de Ouro, produzido por Hem nio Bello de Carvalho. Depois de percorrer Rio, S o Paulo e Salvador, o espet culo tamb m rendeu dois discos. Da em diante, muitos shows, participa es e discos. Em 1968, gravou pela Odeon seu primeiro LP individual, chamado Paulinho da Viola.

    No ano seguinte, Paulinho surpreende, apresenta e vence com a m sica Sinal fechado o V Festival da MPB. Uma composi o bem elaborada e distante das ra zes do samba. Mas entre seus maiores sucessos o samba e os ares do choro que prevalecem. M sicas como Sei l , Mangueira, Foi um rio que passou em minha vida, Dan a da solid o, Perdoa, Cora o leviano, Coisas do mundo, minha nega, Eu canto samba e tantas mais. S o mais de 15 discos individuais e in meros em parcerias ou como participa o.

    Nesta entrevista para a P gina da M sica, Paulinho fala do pr ximo show, planos de carreira, novos g neros musicais, Rio de Janeiro e um document rio que fez com Jo o Salles e ser lan ado ainda este ano.

Leia:

O show no Rio e o document rio de Jo o Salles

Pr ximo disco de Paulinho da Viola

O samba e o choro no Brasil

A opini o do artista sobre novos g neros musicais

O Rio de Janeiro e o show