CD's Agosto 2001

Paulo Padilha - "Certeza"

Depois do festejado primeiro trabalho "Cara Legal", Paulo Padilha lan a agora o CD "Certeza". A primeira faixa, justamente Certeza ilus o, boa de festivais. Alcan ou o 2 lugar no Festival de Avar e o 3 no Festival de Ilha Solteira. Depois vem M gica. Preste aten o na voz e maneira de cantar de Padilha. nico. Como diz a can o, " como se jorrasse uma fonte de mel". Vigor e sensibilidade. A fome, a seguir, tem participa o de Ivan Vilela na viola caipira. O compositor teve muita habilidade no trato de um tema t o espinhoso. A quarta can o Padilha dedicou a Luiz Melodia. Aquela ginga um tremendo som. O cantor e arranjador segue de m o dada com a m sica negra o tempo todo. sair dan ando aos sobressaltos do trompete de Cl udio Faria e a precis o das congas de Ari Colares. A seguir vem a nica m sica do CD que n o de autoria de Padilha: N o vou ficar, de Tim Maia. E por falar em suingue, minha nossa! Bela introdu o do baixo ac stico de Clara Bastos. Valorizou o alto astral da m sica. Em Nada sei, a m sica pedia uma certa singeleza. Pois bem, ganhou. Belo viol o de 12 cordas de Webster Santos. Cachorro, a s tima m sica, tem estrutura de repente e humor guardado em belo arranjo. A marca o do pandeiro de Guilherme Kastrup. Deverei partir quase um mantra valorizado pelo berimbau de Ari Colares. A pr xima can o, Rasguei o papel, chama a aten o pela letra e a participa o especial de Oswaldinho do Acordeon. Ju ara, 2 lugar no Festival de Avar (o homem bom de Festival mesmo), Jorge Ben Jor na veia. Ali s, o pr prio j admitiu que o trabalho de Paulo Padilha semelhante ao seu. A nave a pen ltima m sica. Anuncia a vinda deles... s que a vis o do fato "marce nico" super positiva e brasileira, bem diferente do fatalismo americano. Novela fecha o CD. O final da novela eu n o sei, mas o CD uma festa que n o tem hora para terminar. Lan amento Dabli , Tel (11) 3079-1843 ou www.eldoradodiscos.com.br (Por S rgio Foga a)

 

Iva Rothe - "Aluguel de Flores"

O primeiro CD da compositora, cantora e tecladista paraense Iva Rothe vem mostrar o quanto importante prestarmos aten o em trabalhos fora do eixo Rio-S o Paulo. O CD "Aluguel de Flores" um trabalho estimulante e criativo, cheio de refer ncias universais e aut nticas da regi o da cantora. O disco abre com Ad-Infinitum, de Iva. Fort ssimo, um tremendo batuque africano anuncia o que est por vir. Um octeto vocal resguarda a harmonia. Na primeira manh , de Alceu Valen a, a pr xima can o, marcada por berimbau e guitarra. Todos os instrumentos t m bastante liberdade. Ponto para o arranjo de Iva em parceria com Adelbert. Uma participa o especial tamb m bastante marcante nessa m sica: a rabeca de Arthur Alves. Depois de mais duas composi o tamb m da pr pria Iva, ela interpreta Um girassol da cor do seu cabelo, de L Borges e Marcio Borges. Tudo tem leitura bem pr pria e a m sica termina em samba. A percuss o de samba de Bruno Mendes e Feij o. A pr xima m sica composta por Iva, Umatinta, um dos pontos altos do CD. Aqui a cantora traz uma lenda da sua regi o, com climas fant sticos no arranjo. Uma linda introdu o anuncia Tum-T -T , de Walter Freitas. O toque do berimbau permeia mais essa can o. Aluguel de flores, tamb m de Iva, mais "quebradeira", com trompete e bateria saltando da melodia. Depois, a int rprete regravou Curumim, de Djavan, e duas can es dela em parceria com Rui Rothe-Neves, O caminho das pedras e Carrossel. Antes da ltima m sica, outro belo momento do disco: S cora o. Um arranjo bem cheio, com marca o de berimbau, marca j registrada das v rias can es do CD, e participa o do Quarteto da Amaz nia. Muito prazer! Lan amento APCE Music. Site Iva Rothe - www.ivarothe.com.br . (Por S rgio Foga a)

 

Aggeu Marques - "Quer Saber"

Aqueles que se interessarem por esse CD primeiramente pela participa o do cantor Fl vio Venturini na m sica Luz dos meus sonhos, a segunda do disco, v o encontrar aqui muito boas surpresas. De fato, a bonita voz de Venturini d um colorido especial letra e m sica de Aggeu. Mas can es como Numa noite em Liverpool, que tem a bateria forte de M rio Castelo, os teclados de Will Motta e a nunca dispens vel participa o de Paulinho Carvalho no baixo, outra que faz muito bem aos ouvidos. Ou ent o Paz, amor e viol o, a homenagem do artista a John Lennon. bom lembrar que Aggeu Marques um destacado int rprete de Beatles em Liverpool e tamb m recebe influ ncia direta do Clube da Esquina de Minas Gerais ele, ali s, mineiro e conviveu em sua adolesc ncia diretamente com Beto Guedes. Ainda que estas influ ncias estejam claras, pode-se dizer que "Quer Saber" tem cara singular. o primeiro CD solo de Aggeu, e ele come ou muito bem. A m sica t tulo, primeira faixa, faz a gente querer ouvir mais. Depois v m Desatando um n , Mangua a com todas as caracter sticas de um hit , Empty Life, letra e m sica de Aggeu o CD, inclusive, todo de composi es dele , Os tr s patetas, Renascer e Alma de vinil. Quem gosta de Beatles e Clube da Esquina ter aqui um timo representante. Que tem tudo para ganhar o sul. Mais informa es sobre o disco www.aggeumarques.com.br (Por Renata Pires

 

Suzana Salles - "As S labas"

Nada mais justo que o CD come ar com uma composi o de Luiz Tatit, que fica sempre muito bem na voz de Suzana. Ela o entende. Sua m sica e suas sutilezas est o em As s labas, faixa que tamb m d t tulo ao CD. Xang a segunda, dela e Chico C sar. Uma fus o e profus o de culturas, na letra e na m sica. O arranjo da grande trinca que comp e o CD com a cantora. Trata-se de Chico Saraiva, Lincoln Antonio e Andr Magalh es. Tr s excelentes instrumentistas com trabalhos individuais important ssimos para a m sica brasileira. O sempre bem-vindo Chico Buarque aparece na terceira faixa, O velho Francisco, que ganha uma bela interpreta o de Suzana. Foi boto, sinh , de Waldemar Henrique e Antonio Tavernard, um cl ssico da m sica brasileira. Como de costume, Suzana mostra a sua versatilidade na l ngua alem cantando Kurt Weill e Bertolt Brecht, atrav s da can o Die sieben tods nden. No encarte, a letra est em duas vers es, alem o e portugu s. Deliciosa a interpreta o de 50 ways to leave your lover, de Paul Simon, que vem a seguir. O CD segue com a in dita Para so eu, de Arnaldo Antunes. Na m sica, Suzana faz da sua voz literalmente um instrumento. A pr xima can o das amigas de som e de f , N Ozzetti e Suzana Salles. La luna bella brinca com a linguagem, as culturas e os sonhos. O balan o de Paulo Padilha, tamb m comentado nesta se o, est na can o Certeza ilus o. Depois Suzana faz uma bela leitura de Para ver as meninas, de Paulinho da Viola. O samba passa bem leve. Pianinho. Ali s, pian o se considerarmos a interpreta o de Lincoln Antonio. Um leve sopro da vanguarda paulista do in cio dos anos 80 aparece em Valsa dos olhos costurados, de Lincoln em parceria com Marcelo Mota Monteiro. Suzana vem exatamente dessa estirpe vanguardista. Helena, de Galv o Frade, para terminar o CD agradecendo tanto bom astral atrav s dessa m sica carnavalesca. Lan amento Dabli , Tel (11) 3079-1843/0372 ou www.eldoradodiscos.com.br (Por S rgio Foga a)

 

Geraldo Vianna - "...era madrugada "

Viol o, contrabaixo e bateria: o suficiente para fazer soar a beleza da m sica apresentada. "...era madrugada", gravado e mixado no Est dio Via Sonora, chega ao mercado trazendo a suavidade, sutileza, delicadeza e arte sentimental do violonista e compositor Geraldo Vianna. Recheado de composi es pr prias, o disco constr i, atrav s dos temas apresentados, um not rio espa o que nos transporta ao imagin rio. Em Grilos no Campo, uma alegria saltita sob as notas, na medida exata - sentimentos t m seu tempo justo para acontecer. Vamo V o Congo convida: a alma de Minas nas veias de um Geraldo universal. Na faixa t tulo ...era madrugada, gotas de orvalho transcendem as madrugadas, et reos timbres alcan am o brilho da cria o. Geraldo ainda interpreta Ary Barroso, Baden Powell e Vin cius visivelmente, por suas m os. (Por M rcia Francisco, contatos mfrancis@uai.com.br. Mais informa es sobre o disco www.geraldovianna.com )

 

"Los Trepa & Zomba"

dif cil levar a s rio uma banda de blues com esse nome. A prop sito, o bom humor norteia as letras deste lbum (todas em portugu s) e a postura desses paulistas, para os quais o blues n o precisa ser carrancudo para agradar aos bluseiros que habitam os quatro cantos do planeta. E foi com esta concep o que trabalhou-se todo o processo do CD dos "Los Trepa & Zomba", que se intitulam "o sotaque portugu s do blues". O CD, que soma 12 faixas - todas contendo m sicas pr prias - traz can es caprichadas com dose cavalar de balan o para nenhum bluseiro de Chicago, Texas ou New Orleans botar defeito. Com tempero especial e muita brasilidade, n o abrem m o da boa e velha percuss o. Trabalham bem os arranjos, com nfase na varia o de timbres e texturas. N o por acaso s o seis instrumentistas (duas guitarras, sax, percuss o, baixo e bateria), algo n o muito comum no blues nacional. A primeira faixa a m sica Dif cil, que explora bem todas as variantes instrumentais do blues tradicional. A cara da banda, no entanto, fica entre o blues-rock, o Chicago blues e o rhythm & blues, mas algumas faixas experimentam outras viagens como MPB, por exemplo. Beija flor, a m sica n mero oito, um exemplo. Ali s, uma das cinco faixas do lbum que s o instrumentais. O CD ainda traz outras gratas surpresas. Pode-se ainda encontrar nitidamente um toque de latinidade. Esta fa anha fica por conta da m sica Malagueta, sexta faixa do disco, que instrumental tamb m. J na segunda m sica do CD, a guitarra grita. a vez da m sica S pessoas, que conta com uma letra profunda, com apelo igualdade e a reflex o. No entanto, as coisas n o s o t o s rias assim, apesar do "papo cabe a", o clima n o perde a qu mica de festa e, de novo, a musicalidade da banda arrasta todos que se deixarem levar para o clima festivo e dan ante. O CD "Los Trepa & Zomba" finalmente saiu e digno de figurar em todas as estantes dos aficionados por boa m sica. s ter ouvidos para ouvir. O CD j est dispon vel: Loja Baratos & Afins, na galeria da 24 de Maio ou pelo site da banda, onde, inclusive, pode-se baixar v rias m sicas, ler as letras e saber um pouco mais da hist ria desses aventureiros que resolveram viver de m sica e pela m sica: http://www.lostrepaezomba.hpg.com.br. Mais informa es: (11) 9758-4794, com M rcio. (Por Suseli Hon rio)


Jo o Nogueira - "Atrav s do Espelho"

Este CD altamente recomendado para os amantes do bom e verdadeiro samba. Mas n o s a estes que "Atrav s do Espelho", reuni o da obra de Jo o Nogueira na interpreta o de grande nomes da m sica, vai agradar. T lio Feliciano conta, em texto sobre o disco, que este era um sonho de Jo o. "O ltimo sonho de Jo o Nogueira foi fazer um grande espet culo com o conjunto de sua obra e transform -lo em disco. Desde o final de 99, ele vinha me convidando para dirigir este projeto. Come amos, ent o, os encontros, reouvimos as can es, trocamos muitas id ias e o espet culo tomou forma." O disco aberto com uma bela interpreta o de Jo o Bosco para N na madeira. Zeca Pagodinho vem na sequ ncia com Do jeito que o rei mandou e Sonho de bamba. A fam lia Nogueira (Gisa, Didu e Diogo Nogueira) brinda o ouvinte com as participa es em Xingu (Didu), Clube do samba (Didu  D. Ivone Lara), Meu canto sem paz (Gisa), E l vou eu, Espelho (Diogo). A marcante voz de D. Ivone Lara volta a aparecer em S plica (parceria de Jo o com Paulo C sar Pinheiro). As bel ssimas Albatrozes e Batendo a porta ficam ainda melhores na voz inconfund vel de Em lio Santiago. O CD ainda conta com as presen as de Beth Carvalho (As for as da natureza e Corrente de a o), Arlindo Cruz & Sombrinha (Al Madureirs e Mineira) e Carlinhos Vergueiro (Maria do Socorro e Negra luz). E para fechar com chave de ouro, ningu m menos que Chico Buarque emprestando sua voz e sensibilidade O poder da cria o. Lan amento Jam Music. Distribui o Caravelas/Sony - Tel. 0800-234425 (Por Evanize Sydow)

 

Marco Bosco - "Techno Roots"

Este CD uma verdadeira reuni o de constela es. Marco Bosco, ap s quase 11 anos morando no Jap o, volta ao Brasil e reencontra suas ra zes em "Techno Roots". uma esp cie de vers o techno das m sicas do mestre Jackson do Pandeiro. Entre as constela es est o Egberto Gismonti, Dominguinhos, Genival Lacerda, Vicente Barreto e Ulisses Rocha, entre outros. O CD dividido em temas. Jackson e as mulheres traz a famosa Xote de Copacabana, com Genival Lacerda nos vocais. Em Jackson e os valentes tem Vicente Barreto interpretando Cabo ten rio, de Rosival Cavalcanti, e Dominguinhos interpretando Forr do Z Lagoa, tamb m de Rosival Cavalcanti. Simoninha, filho de Wilson Simonal, tamb m est no CD. dele a voz em Cool bem natural, de Silvio Anast cio e Marco Bosco. A lembran a do canto ind gena est em Kamigami no uta, com a participa o de Marlui Miranda. Bai o malandro, de Egberto Gismonti, traz a participa o do pr prio ao piano. Para se ter uma id ia, em grava es ao vivo, Marco j trabalhou com Airto Moreira, Flora Purim, Nina Simone, Caetano Veloso e Leila Pinheiro, entre outros. Lan amento Rainbow Records. Tel. (11) 5543.8908, rainbowcom@uol.com.br ou www.music.co.jp/~m-bosco 

 

Reco Bastos - "Antenando"

Basicamente dan ante, o CD "Antenando" de Reco Bastos traz 11 faixas e um remix. Alcalino, de Luis Dillah e Lima Jr., abre o disco. Depois a saud vel presen a de Luis Melodia. Reco interpreta Salve linda can o sem esperan a. A vers o bem dan ante e n o poderia mesmo ser diferente. Gente n o cor, de Vander Lee, vem com mais balan o para um tema de m sica negra. Belos solos na guitarra de Fernandes. A quarta m sica Ta li la li la li l , folclore recolhido pela fam lia Alc ntara, de Jo o Monlevade. Cafuso, de S rgio Moreira, mostra que a praia de Reco mesmo o canto negro. A m sica se refere "Angola deixada nas Minas Gerais". Um carimb floreia Caso Verdade, de Marku Ribas, com participa o especial de Chico Lobo e do pr prio Marku. Tamb m de Marku Ribas, agora em parceria com Erasmo Carlos, vem Beira D gua, uma brincadeira com o primeiro time da m sica brasileira levada num tremendo ritmo caribenho. Na oitava faixa, Reco faz uma releitura de Kid Cavaquinho, de Jo o Bosco e Aldir Blanc, com bastante instrumenta o. Mercedes Benz, de Gil Am ncio e Ricardo Aleixo, foi retirada do espet culo "Quilombos Urbanos", da Cia Ser Que? Em Deixa Ob , de Marcelo Diniz e Carlos Bol o, a participa o especial fica por conta do Dj "A Coisa". Sin no Brasil, de Wagner Merije, Giuliano Fern ndez e Reco Bastos fecha o CD, com um som bem "Jota Quest", seguida de um remix da mesma can o. Lan amento Tupiniquim Records. Para adquirir o CD - Tel. (11) 3865-2970. (Por S rgio Foga a)

 

Monges Beneditinos do Mosteiro de S o Bento - "Cantus Selecti"

O repert rio do segundo CD do Coro de Monges Beneditinos do Mosteiro de S o Bento baseia-se nas ora es mais elevadas da Igreja Cat lica e na "palavra cantada" dos cantos gregorianos. O canto gregoriano um exerc cio di rio de louva o do coro, formado por 35 monges. O disco tem produ o da cantora Fortuna. "Cantus Selecti" apresenta, em 25 faixas, ora es conhecidas, como Pai Nosso, Ave Maria, Credo e Te Deum. O repert rio aut ntico gregoriano formou-se na Alta Idade M dia e foi, inicialmente, influenciado pela m sica da sinagoga e das igrejas orientais, al m de ser transmitido apenas por tradi o oral. Pouco a pouco, foi colocado em pergaminho, com o objetivo de ajudar a mem ria dos cantores, por meio de nota es, hoje chamadas "semiol gicas". No ano 600, o Papa S o Greg rio Magno reuniu e sistematizou as diferentes liturgias ocidentais, iniciando o agrupamento de melodias religiosas que, depois, receberam o nome de "canto gregoriano". Foi nos anos 1050 que o monge beneditino Guido d'Arezzo determinou os intervalos e deu nome s notas musicais, extraindo da primeira s laba de cada verso da primeira estrofe do hino a S o Jo o Batista, cantado no dia 24 de junho. Lan amento MCD World Music. Para adquirir o CD, ligue (11) 228-3633.