Jazz Sinf nica toca Vin cius e Tom no Memorial

Por S rgio Foga a

    A Orquestra Jazz Sinf nica do Estado de S o Paulo apresenta o show de lan amento do CD "O Mestre Leo Peracchi e a Jazz Sinf nica Can es de Tom e Vin cius", com a participa o das cantoras Jane Duboc, V nia Bastos, Tet Esp ndola, M nica Salmaso e N Ozzetti, no Memorial da Am rica Latina. O espet culo acontece no pr ximo dia 27, com entrada franca.

    Leo Peracchi foi um dos grandes modernizadores da orquestra o popular brasileira, segundo atestam m sicos como Dori Caymmi, Th o de Barros, Luiz Roberto Oliveira e Eduardo Gudin. Um marco da produ o de Peracchi foi o disco de 1959, "Por toda a minha vida", com can es de Tom Jobim e Vin cius de Moraes. A partir da , o mestre Jobim chamava Peracchi de "meu professor". Mais de 40 anos depois, em dezembro do ano passado, a gravadora Dabli lan ou o CD que traz o nome deste show, trazendo luz esse grande m sico. O trabalho foi gravado ao vivo pela Jazz Sinf nica no Sesc Pomp ia, em S o Paulo.

    No show, a orquestra ter a reg ncia dos maestros Cyro Pereira e Jo o Maur cio Galindo. Na primeira parte, o conjunto sinf nico se apresenta sozinho, tocando cl ssicos como Luisa, de Tom Jobim, com arranjo de Cyro Pereira, que tamb m arranjou Jobiniana, al m de Ao mestre, de Eduardo Gudin, e Poema para o Tom, do pr prio Cyro Pereira. 

    Na segunda parte entram as cantoras. Para come ar, M nica Salmaso interpreta As praias desertas, de Tom, e Soneto da separa o, de Tom e Vin cius. Depois, Tet Esp ndola canta Valsa de Orfeu, s de Vin cius, e Cai a tarde, de Jobim. Segue com V nia Bastos interpretando Canta canta mais e Eu n o existo sem voc , ambas de Tom e Vin cius. N Ozzetti a quarta cantora a se apresentar na noite entoando Modinha e Estrada branca, ambas de Tom e Vin cius, seguida de Jane Duboc (foto), que mostra Can o do amor demais, de Tom, e Sem voc , de Tom e Vin cius. Para fechar com chave de ouro, todas interpretam Eu sei que vou te amar, de Tom Jobim e Vin cius de Moraes.

    O clima de festa e m sica ainda tem mais uma raz o de ser. Como se j n o bastasse tudo isso. A Orquestra Jazz Sinf nica comemora, este m s, 12 anos de exist ncia. Idealizada por Arrigo Barnab e Eduardo Gudin, foi fundada em 1990 com o objetivo de dar tratamento sinf nico para a m sica popular. Durante nove anos foi regida pelo maestro Nelson Ayres e atualmente est sob a batuta de Cyro Pereira.

 

O Mestre Leo Peracchi e a Jazz Sinf nica Can es de Tom e Vin cius

Dia 27/04, s 21h

Memorial da Am rica Latina (Audit rio Sim n Bol var)

Rua Auro Soares de Moura Andrade, 644 - Barra Funda

Tel. (11) 3823-4600

Entrada franca (retirar ingresso no local, a partir de 23 de abril, das 14h s 19h)